Novidades



No primeiro dia de aula é um chororó só, basta chegar à escola que as lágrimas aparecem. Se os pais vão embora, elas aumentam. Na hora da rodinha, só choro. Muitos educadores ficam desesperados e tentam distrair a criança de qualquer jeito, arrastando-a para um canto com brinquedos. Isso simplesmente não funciona, pode resolver por instantes, porém não resolve o problema.
Esse choro só demonstra o desconforto da criança há algo novo. É fundamental durante o período de adaptação o professor ter ajuda de um auxiliar ou coordenador para acompanhar de perto a criança, até ela se sentir mais segura. Uma criança que passa longos períodos chorando necessita de acompanhamento mais próximo.
Um bom planejamento ajuda também na receptividade aos pequeninos. As crianças devem sentir a vontade para mexer com tintas, objetos e brincadeiras variadas são bons exemplos de práticas que atraem e ajudam os pequenos a se interessar pelo novo espaço. Orientar aos pais que tragam para a escola objetos de uso pessoal de casa da criança também pode auxiliar a reduzir a insegurança.
É importante uma orientação aos pais sobre como lidar no período de adaptação. É comum os pais se acumularem nas portas das salas para verem seus pimpolhos em cena, principalmente quando é a primeira vez. Nós professores não sabemos se damos atenção aos pais ou aos alunos, isso é terrível.
É preciso saber lidar nesse momento com a família, pois eles são importantes no processo de aprendizagem da criança. Cabe ao coordenador pedagógico intermediar a relação entre a escola e os pais, suprindo-os com os dados necessários sobre a rotina e a interação dos filhos com as propostas pedagógicas.

0 comentários: